Pesquisa personalizada

domingo, 31 de maio de 2009

"O Povo"

"O povo passeava as suas bandeiras rubras
e estive no meio deles, na pedra que tocavam,
na jornada fragorosa
e nas altas canções da luta.
Vi como iam de conquista em conquista.
Só a sua resistência era caminho
e, isolados, eram como estilhaços
duma estrela, sem boca nem brilho.
Juntos, na unidade feita silêncio,
eram o fogo, o canto indestrutível,
a lenta passagem do homem sobre a terra,
feito profundidades e batalhas.
Eram a dignidade que combatia
o que fora espezinhado, e despertava,
como um sistema, a ordem das vidas
que batiam à porta e se sentavam
com as suas bandeiras na sala central."

Pablo Neruda, in "Canto Geral"

sábado, 30 de maio de 2009

CDU recebe apoio de mais de 1600 dirigentes, delegados Sindicais e membros de Comissões de Trabalhadores


Hoje a CDU e Ilda Figueiredo receberam o apoio de mais de 1600 Dirigentes, delegados sindicais e membros de Comissões de trabalhadores. E receberam porque quem vive no dia a dia as angústias, dificuldades e anseios dos trabalhadores, reconhece quem por eles se bate e luta! Quem apresenta propostas para a resolução dos problemas dos trabalhadores! Como Carvalho da Silva, Secretário-Geral da CGTP disse, " é a CDU quem tem mais e melhores propostas para tirar o país da situação difícil em que se encontra".
Nenhuma outra força política tem este apoio entre o mundo do trabalho!
A comunicação social desvaloriza o facto.
E a TSF deturpa-o: "
Ilda Figueiredo assinalou ainda o facto de ter recebido 1654 postais de funcionários e dirigentes sindicais de todo o país" Não foram funcionários!!!! Mentir é a arma de quem quer deturpar a realidade!

A comunicação social, as sondagens e a censura da campanha da CDU

A Comunicação Social vai-se tornando cada dia mais a voz do dono! Jornalistas que apenas fazem o que interessa aos donos dos grupos económicos donos do órgão para que trabalham, acríticos, sem procurarem informar-se e investigar limita-se a ser correia de transmissão da voz do dono!
3 Notas
a Antena 1 em dezenas de noticiários esta semana, esqueceu-se de informar sobre a campanha da CDU e só a da CDU, porque dos outros falou!



A RTP sistematicamente insiste em ordenar as noticias sobre as forças políticas não por resultados eleitorais anteriores que reflectem a vontade do povo, mas sim pelas sondagens que eleição a eleição reflectem os desejos de alguns de redução do voto da CDU e que eleição a eleição falham e não cumprem os sonhos mais ou menos delirantes de quem encomenda as sondagens - é caso para dizer lá vão voltar a bater com a cabeça na mesinha de cabeceira e acordarem para a realidade!


O único noticiário que vi na TVI 24, pela hora, de almoço conseguiu falar a campanha dos partidos com deputados eleitos, menos da campanha da CDU, Não terá sido feito campanha? Foi sim, mas convém calar, para que não se saiba, afinal a rigorosa (des)informação tem objectivos

Semana de Campanha para as Europeias 2009

Está no fim a primeira semana de Campanha eleitoral para o Parlamento Europeu, algumas considerações sobre o decorrer desta:
PS (José Sócrates e Vital Moreira) e PSD (Manuela Ferreira Leite e Paulo Rangel) vão-se acusando mutuamente, de forma mais clara, mais provocatória ou mais dissimulada de uns e outros estarem envolvidos em escândalos de corrupção PS atira com a roubalheira do BPN ao PSD e PSD atira com Freeport e o apêndice das pressões sobre magistrados ao PS. No meio o eterno aliado salta pocinhas ora de um ora de outro o CDS de Paulo Portas e Nuno Melo vai acusando ambos. Todos tentam fugir a discutir os problemas do País e as consequências de muitas das políticas, que a União Europeia aprovou, para o País. Entende-se que o façam já que teriam de assumir que a situação é culpa daquilo que tem andado a aprovar por cá e por lá!
O candidato Portas não o Paulo, mas o irmão Miguel e o Bloco andam a conhecer os problemas do País?????? O que quer dizer que Miguel Portas esteve 4 anos eleito no Parlamento Europeu sem conhecer os problemas do País!!!.... Deve ter sido por isso que quase não falou lá durante 4 anos! Ou seja este mandato foi para se ambientar!!!!
A CDU arrancou a campanha com uma Marcha, com a participação de Ilda Figueiredo e Jerónimo de Sousa, que juntou quase 100 mil pessoas. E termina a semana a receber o apoio de mais de 1600 Dirigentes, delegados sindicais e membros de Comissões de Trabalhadores. Curiosamente a CDU tem tido poucas notícias na comunicação social... Porque será?

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Vital Moreira - Pela boca morre o peixe - Ataque aos trabalhadores

"(...)Que pretexto é que a CGTP invocará desta vez para rejeitar qualquer compromisso na revisão do Código do Trabalho, apesar das indesmentíveis vantagens que ela traz para os trabalhadores(...)" 22 de Abril de 2008 - Vital Moreira num artigo num seu blog.
O que Vital Moreira, candidato do PS ao Parlamento Europeu, considerará "indesmentíveis vantagens" "para os trabalhadores"? Trabalharem até 60 horas semanais? Terem de fazer horas extraordinárias sem receber, a pretexto dos chamados bancos de horas? E com isto verem na prática reduzido o seu vencimento salarial mensal?

Vital Moreira - Pela boca morre o Peixe - O ataque aos Funcionários públicos

Ficam aqui vários ataques violentos de Vital Moreira aos funcionários públicos, declarações retiradas de um seu blog, vamos por partes:
"(...)Os sindicatos CGTP da função pública (sempre eles!) querem aumento de vencimentos imediato "para evitar a perda de poder de compra" face ao aumento da inflação.(...)O problema é que todos os portugueses estão a perder poder de compra com a inflação. Desta vez até os muito ricos estão a perder milhões com a crise internacional, na bolsa e outras aplicações financeiras.(...)Por isso, o que afecta a todos não pode ser resolvido oportunisticamente em benefício de alguns à custa dos demais"
Esta declaração, escrita em 12 de Junho de 2008, mostra o conceito de Vital Moreira como os mais ricos também perderam uns tantos milhões ficando com menos milhões na sua riqueza pessoal então os trabalhadores da Função Pública, que ganham 500 €, terem aumentos de 2,9% é não terem em conta os problemas dos coitadinhos dos ricos!!! Vindo de quem tem rendimentos anuais a rondar 140.000 € (20 vezes mais que muitos dos trabalhadores da função pública) é fácil falar!!! - Repugnante

"(...)Considero excessiva, desde o início, a proposta de aumento remuneratório da função pública, de 2,9%, bem superior à inflação que o Orçamento estimava para 2009(...)" 26 de Novembro de 2008 - De barriga cheia, Vital Moreira fala muito! Que tal ele experimentar viver um ano com 500 € por Mês e depois vir falar dos excessivos aumentos de 2,9%? E, já agora, onde estava Vital Moreira , quando, em anos anteriores todos os aumentos da Função Pública foram inferiores à taxa de inflação?

"(...)Antologia da ingratidão política [Publicado por Vital Moreira]«Sindicatos da função pública dizem que aumentos de 2,9% não chegam». (...)" 15 de Outubro de 2008
O que é ingratidão política para Vital Moreira? Não agradecer uma vida de sacrifícios e de miséria da maioria dos trabalhadores da Função pública? Não agradecer que, com os aumentos de 2009, a soma dos últimos 4 anos se ficam por uma redução dos salários face à inflação? que deviam agradecer os trabalhadores da Função pública ao Governo? Estarem mais pobres?

"(...) A única surpresa do orçamento para 2009 é a subida das remunerações da função pública (2,9%), bem acima da inflação prevista (2,5%). Ano eleitoral "oblige". É pena. O dinheiro que abunda para salários escasseia para despesas reprodutivas. (...)"14 de Outubro de 2008
Isto é dito por Vital Moreira, o mesmo que elogia os milhões que o governo utiliza para dar a accionistas de bancos para cobrir as percas que tiveram nos seus jogos de bolsa em busca de mais dinheiro e que resultaram na crise financeira que quase os leva à falência. Ou seja, para Vital Moreira que se dê o dinheiro aos bancos e à custa de não aumentar os salários de quem trabalha honestamente!

"Como é típico dos anos eleitorais, os sindicatos da função pública querem nutridos aumentos do poder de compra em 2009. Mas é evidente que o Governo não pode estoirar o orçamento nem abandonar o seu objectivo de redução do peso orçamental das despesas de pessoal(...)" 3 de Setembro de 2008
Não pode "estoirar o orçamento" em pagamento de salários aos trabalhadores, mas já pode estoirar a dar milhões aos bancários? A (in)coerência de Vital Moreira é muito peculiar!

Vital Moreira - pela boca morre o peixe - o ataque aos trabalhadores dos CTT

"(...)Agora se percebe por que é que estes sindicatos se recusaram a renegociar o antigo contrato colectivo e convocaram greves sobre greves para tentar impedir a sua caducidade, causando incontáveis prejuízos à empresa, ao público e aos próprios trabalhadores, que perderam ingloriamente os salários dos dias de greve. Tudo para salvaguardar os inaceitáveis privilégios dos próprios dirigentes sindicais. Só estes sindicatos tinham mais de 100 dirigentes sindicais com dispensa de serviço! (...)" 12 de Novembro de 2008
Este comentário de Vital Moreira, candidato do PS ao Parlamento Europeu, no seu blog sobre os trabalhadores dos CTT é elucidativa! Vital Moreira diz, não perceber aquilo que a Autoridade para as condições de Trabalho (ACT) considerou crime e mandou para o Ministério Público investigar. Vital Moreira diz não perceber o que o Tribunal do trabalho considerou ilegal! Isto porque Vital Moreira é apenas mais uma peça no ataque aos direitos dos trabalhadores.
Convém lembrar que os CTT, entretanto, já cederam e começaram a pagar aos mais de 5000 trabalhadores parte do que lhes era devido! Vital Moreira agora não diz nada sobre o assunto! Deve ter ficado engasgado...

Vital Moreira - pela boca morre o peixe!

"(...)a extensão das "taxas moderadoras" às cirurgias e aos internamentos no SNS.(...)considero que seria puro oportunismo revogá-las(...)" em 20 de Fevereiro de 2009. Escrito de Vital Moreira num seu blog.
Esta é a posição de Vital Moreira, candidato do PS ao Parlamento Europeu, sobre a Saúde... Quem a quer que a pague!

terça-feira, 26 de maio de 2009

Jornalistas impedidos de participar em visita da CDU

Manuel Pinho, Ministro da Economia do Governo PS, terá dado hoje orientações para o director da Direcção Regional de Economia do centro para impedir a participação de Jornalistas na visita da candidata da CDU, Ilda Figueiredo, a estes Serviços. Ilda Figueiredo decidiu então abandonar as instalações em sinal de protesto por semelhante decisão!
De que tem medo o Governo PS e Manuel Pinho? O que os Jornalistas não podem saber? Existe algo a esconder? Será, "apenas", perseguição política? Será que os alunos da escola de Lisboa que na semana passada chamaram o Governo de Fascista têm razão na acusação? O Porquê da censura? Não vivemos em democracia?

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Lutar e Transformar

"(...)Como se enganaram o governo PS e a direita económica que, tendo uma maioria absoluta, o apoio e aplauso dos poderosos, os meios de comunicação social dominante, uma direita política vazia, atarantada e aperreada pela direita económica, fizeram planos para mil anos julgando que estes quatro passados iam ser uma espécie de passeio aqui pela Avenida da Liberdade abaixo!
Estão zangados connosco! Uns e outros receiam a CDU. Com razão diga-se! Os trabalhadores e o povo português têm um dilema. Ou aceitam o prosseguimento do rumo desastroso para onde esta política está a conduzir o país ou consideram que é o momento de dizer basta e exigir a ruptura e a mudança pela luta e pelo voto!
É no PCP e na CDU que reside a força em que os trabalhadores e o povo português podem, sem hesitação, confiar na força que honra a palavra, que leva a sério os compromissos assumidos, que não cede nem concede perante os interesses instalados que os alimentam e apoiam. É na CDU que reside a força e a proposta de ruptura e de construção de um Portugal com futuro, com obra realizada em condições de assegurar as mais elevadas responsabilidades na vida política nacional, tão mais possíveis e alcançáveis quanto mais larga for a votação na CDU.
É na Coligação Democrática Unitária que reside a força que dá segurança e garantias de não desiludir quem nela confia e apoia, ancorada nas mais sentidas aspirações populares, que usará esse apoio e esse voto, não para ter e para mostrar, mas para agir e lutar por uma vida melhor! Dia 7 nas eleições para o Parlamento Europeu, com o reforço da CDU em votos e mandatos estaremos a dar um passo adiante na construção desse caminho novo porque nos batemos!
Hoje, aqui, perante esta Marcha inesquecível, a maior acção alguma vez realizada por uma força política em Portugal, o sentimento que temos é de esperança e confiança!
Esperança e confiança que não ficam à espera porque na força imensa que somos todos juntos, pulsa o coração e o querer para lutar e transformar! (...)
Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral do PCP, na Marcha Protesto Confiança e Luta

"Funeral de um Lavrador"

"Esta cova onde estás com palmos medida
É a conta menor que tiraste em vida
É de bom tamanho, nem largo nem fundo
É a parte que te cabe deste latifúndio
Não é cova grande, é cova medida
É a terra que querias ver dividida
É uma cova grande para teu pouco defunto
Mas estarás mais ancho que estavas no mundo
É uma cova grande para teu defunto parco
Porém mais que no mundo te sentirás largo
É uma cova grande para tua carne pouca
Mas a terra dada não se abre a boca
É a conta menor que tiraste em vida
É a parte que te cabe deste latifúndio
É a terra que querias ver dividida
Estarás mais ancho que estavas no mundo
Mas a terra dada não se abre a boca."

Chico Buarque de Hollanda / João Cabral de Mello Neto

Testes nucleares da Coreia do Norte e a Hipócrisia Mundial

A comunidade internacional, (mundo ocidental), está em choque por a Coreia do norte ter realizado um teste nuclear de potência igual a Hiroshima. Dizer, desde já, que considero criminoso qualquer experiência nuclear por considerar que o homem não deve realizar nada que possa pôr em causa as gerações futuras, e qualquer acidente nuclear pode provocar a impossibilidade da vida humana (e não só) por muitas décadas. Mas não aceito, também, a hipocrisia! Onde estava, a Europa, quando a França fez testes nucleares no seu atol no pacífico com uma potência dezenas de vezes superior à bomba de Hiroshima? O que disse Durão Barroso na altura? Porque ficaram todos calados ou a dizer que era um problema interno da França? Onde estava Barack Obama quando os EUA fizeram dezenas de testes nucleares? Porque não ficou indignado?
Para poderem criticar, outros, deêm o exemplo! França, Inglaterra, EUA que comecem a desmantelar o seu arsenal nuclear e depois falem dos outros, porque enquanto não o fizerem nada poderá esconder que são os detentores da possibilidade de destruição da vida na terra! Basta de hipócritas!

sábado, 23 de maio de 2009

Marcha Protesto Confiança e Luta! Perto de 100 mil pessoas - as fotografias - VI



Marcha Protesto Confiança e Luta! Perto de 100 mil pessoas - as fotografias - V



Marcha Protesto Confiança e Luta! Perto de 100 mil pessoas - as fotografias - IV



Marcha Protesto Confiança e Luta! Perto de 100 mil pessoas - as fotografias - III

As cores por bandeiras por uma Nova política que transforme a vida

















Marquês do Pombal invadido

















Bandeiras e mais bandeiras






















Todos os espaços foram poucos para tantos milhares de pessoas

Marcha Protesto Confiança e Luta! Perto de 100 mil pessoas - as fotografias - II








Um enchente de cores pintou a cidade de vontade de mudar



















Um Mar de gente em protesto e com confiança na sua luta










Bandeiras a perder de vista

Marcha Protesto Confiança e Luta! Perto de 100 mil pessoas - as fotografias

Aos milhares vieram, de todo o País



















Encheram a capital de bandeiras

















Exigiram mudar de Rumo!













A longa marcha que encheu avenidas

Chamou-se Partido!!

"(...) Organizou as solidões.
Levou os livros e os cantos
até aos muros do terror,
juntou uma queixa e outra queixa
e o escravo sem voz nem boca,
todo o vasto sofrimento,
recebeu um nome, chamou-se Povo,
Proletário, Sindicato,
tornou-se pessoa e presença.

E este habitante transformado
forjado no combate,
este organismo corajoso,
esta implacável tentativa,
este metal inalterável,
esta unidade das dores,
esta fortaleza do homem,
este caminho para amanhã,
esta cordilheira sem fim,
esta primavera germinal,
este armamento dos pobres,
saiu daqueles sofrimentos,
do mais fundo da pátria,
do mais duro e mais ferido,
do mais alto e mais eterno
e chamou-se Partido.
Partido Comunista. (...)"

Excerto do Poema "Recabarren" in "Canto Geral" de Pablo Neruda

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Marcha Protesto Confiança e Luta!

O Secretário-Geral da OCDE disse ontem em Lisboa, que lá para 2011 deverá chegar a retoma, mas que até lá se deve continuar com as reformas que o governo tem feito. O Ministro das Finanças, Vieira da Silva, mais optimista diz que já se vêem sinais que podem ser os da retoma, isto porque o Ministro estava de telescópio e apontou-o para o espaço num ponto qualquer entre Marte e Júpiter e lá descobriu os sinais.
O Secretário-Geral da OCDE, esse organismo democrático no qual ninguém vota e que vai cagando sentenças sobre o que devemos fazer para bem da "economia", sendo, a "economia" os interesses de acumulação de riqueza desmesurada por meia dúzia de tios patinhas, quer que se continue com as reformas, as tais que levaram á acumulação e concentração da riqueza em alguns e o empobrecimento de largos milhões de pessoas e o alastramento da fome a números nunca antes alcançados e aos escândalos dos jogos de bolsa de empresas e bancos que levaram à crise actual.

Chega de serem os responsáveis pela crise a dizerem como se deve sair dela! Basta! Estamos fartos! É preciso romper com estas políticas! É preciso terminar com as chantagens (como na Autoeuropa, que dizem aos trabalhadores o que preferem perder o pagamento do sábado ou o emprego!)! É preciso uma política para servir os trabalhadores e não os donos das fortunas abjectas!

Para essa ruptura! Por essa política ao serviço dos trabalhadores! Amanhã decorre em Lisboa às 15 Horas do saldanha para o Marquês do pombal a Marcha Protesto Confiança e Luta! Organizada pela CDU! Lá estarei!

Acontecimentos fascistas e o Governo Sócrates

Um enfermeiro do Hospital S. João no Porto terá escrito uma carta ao Presidente da República, Cavaco Silva, queixando-se da administração do Hospital, a presidência da República terá reenviado a carta para o Ministério da Saúde e este para a administração do Hospital que colocou o enfermeiro em processo disciplinar e processo crime por difamação que pode levar a 6 meses de prisão. A administração foi proíbida de dar esclarecimentos, sobre o caso, pelo Ministério da Saúde. Fica-se a saber que em Portugal não se pode escrever cartas ao Presidente da República, e que toda a correspondência pode ser vista e utilizada por outros.
Assim era no tempo de salazar, deixou de ser no 25 de Abril mas parece que, com Sócrates e o PS no Governo e Cavaco na Presidência, voltou a ser.

Sócrates terá ido visitar uma escola em Lisboa, para uma operação de propaganda e charme, e as centanas de estudantes da escola protestaram e chamaram fascista ao Governo! Porque será?

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Manuel Pinho e as Garantias para a AutoEuropa!

Visto, por muitos, como o Ministro desastrado do Governo, Manuel Pinho, Ministro da Economia, é na prática o mais competente dos Ministros, tendo em conta quais os objectivos que pode ter um Ministro de um Governo PS (fazer todos os favores ao Grupos Económicos nos seus objectivos de manter e aumentar os lucros e a exploração sobre quem trabalha).
E Manuel Pinho lá vai fazendo... Hoje, coadjuvado pelo Sr. Chora (BE), dizer mais uma vez a propósito de futuros despedimentos, encobertos por não renovação de contratos, na Autoeuropa, que não acredita na saída da empresa do País (mau agoiro, uma vez que cada vez que Manuel pinho o diz as empresas lá se vão). Mas acrescenta Manuel Pinho que «temos de fazer maior esforço para manter a fábrica competitiva», cumprindo integralmente aquilo que os donos da empresa lhe encomendaram! O "temos de fazer maior esforço" é para os trabalhadores o fazerem, com é óbvio, porque para o Manuel Pinho e os administradores da Autoeuropa ficam os almoços de luxo!

Quanto ao Sr. Chora que critica habitualmente sindicatos e vai dizendo que é preciso um novo tipo de sindicalismo de "negociação"(curiosamente a mesma opinião dos Patrões sobre sindicalismo!) lá vem dizendo que a empresa não vai sair, tanta certeza no membro da Comissão de Administração... ops... perdão... comissão de trabalhadores!? Mas porque será ele a dizer quais as intenções da empresa?!!!!! Será porta voz?!!!!!!!!
Hoje Manuel Pinho e o Sr. Chora representaram o mesmo papel, ou seja, falar no lateral para esconder o essencial. A notícia deixou de ser Autoeuropa vai despedir 240 trabalhadores e passou a ser Autoeuropa não sai do País!

Até porque convém que ninguém se lembre o quanto Manuel Pinho e o Sr. Chora estiveram ao lado da empresa para a retirada de direitos aos trabalhadores com o argumento que mais valia perder direitos e manter o emprego!

Foram-se os direitos e agora vão os empregos! É o tal sindicalismo moderno de negociação!

quarta-feira, 20 de maio de 2009

"Calero, Trabalhador dos Bananais (Costa Rica, 1940)"


"Não te conheço. Li a tua vida nas páginas de Fallas,
gigante obscuro, menino ferido, esfarrapado e errante.

Daquelas páginas voam o teus riso e as tuas canções
no meio das bananeiras, na lama sombria, a chuva e o suor.
Que vida a dos nossos, que alegrias ceifadas,
que forças destruídas pela comida ignóbil,
que cantos derrubados pela casa esburacada,
que poderes humanos aniquilados pelo homem!

Mas havemos de mudar a terra. A tua sombra alegre não irá
de charco em charco até à morte nua.
Mudaremos, unindo as nossas mãos,
a noite que te cobre com a sua abóbada verde.

(As mãos dos mortos que tombaram,
com estas e outras mãos que constroem,
estão seladas, como as alturas andinas,
com a profundidade do seu ferro enterrado.)

Mudaremos a vida para que a tua linhagem
sobreviva e construa a sua luz organizada."

Poema de Pablo Neruda em "Canto Geral"

terça-feira, 19 de maio de 2009

Ratazanas, vermes, sanguessugas, abutres e outros espécimes


Este grupo de "humoristas" chamado "Homens da Luta" vive à custa de fazer programas caricaturando gente simples e do povo.
Assumindo eu, desde já, que não consigo me rir nem sequer sorrir ao ver as actuações do dito grupo, e portanto a minha crítica está obviamente condicionada pelo meu gosto pessoal.
Mas este video, tinha de o comentar porque além da falta de humor, tem alguns conceitos que considero moralmente inaceitáveis.
O primeiro surge logo da própria construção do discurso do personagem, supostamente alguém que está a ditar palavras de ordem para um grupo de pessoas que se manifesta, e que no enredo do discurso só diz palavras soltas sem deixar transparecer nenhuma frase digna do nome, caricaturando assim quem se manifesta como uns débeis mentais que "não dão duas para a caixa" e que advém, certamente, de algum conceito de superioridade intelectual que os autores julgam ter sobre os caricaturados. Mas como todos os sentimentos de superioridade advém de complexos de inferioridade que fiquem com eles, (os sentimentos e os complexos) o máximo que posso aconselhar é psicanálise.
O segundo e para mim, moralmente repugnante, é o da frase que faz de refrão da música "e o povo pá, o povo quer mais dinheiro para comprar um carro novo", frase que deve, certamente, retratar o "povo" da convivência dos autores que por verem todos os outros à imagem e semelhança do seu próprio umbigo generalizam atribuindo aos caricaturados as suas próprias preocupações, já que, como o seu alcance visual termina no próprio umbigo, não conseguem ver que a preocupação de muitos daqueles (trabalhadores) que se manifestam reclamando mais dinheiro (salários) fazem-no com a preocupação, não tão intelectual como a dos autores da música, de comprar um carro novo, mas, de poder comprar comida para os filhos e poder pagar os estudos dos filhos (com a minha esperança de que os filhos saibam aproveitar os ditos estudos para verem mais longe que os humoristas em causa, o que também não é preciso muito, basta largarem o umbigo).
A terceira e última é a utilização constante por parte dos autores de manifestações utilizando os manifestantes que caricaturam para gravar os seus programas que vendem a uma qualquer estação de TV.
Ou seja vivem à custa das dificuldades do povo que passa, caricaturando-o com as suas (dos autores) próprias preocupações mesquinhas para ganharem dinheiro.
Mas é assim, dos esgotos alimentam-se as ratazanas, da podridão os vermes, das águas estagnadas as sanguessugas, da morte os abutres e das dificuldades alheias espécimes destes.

"Os Comedores de batatas"



Pintura de Van Gogh

segunda-feira, 18 de maio de 2009

London, London

I'm wandering round and round, nowhere to go
I'm lonely in London, London is lovely so
I cross the streets without fear
Everybody keeps the way clear
I know I know no one here to say hello
I know they keep the way clear
I am lonely in London without fear
I'm wandering round and round, nowhere to go
While my eyes go looking for flying saucers in the sky
Oh Sunday, Monday, Autumn pass by me
And people hurry on so peacefully
A group approaches a policeman
He seems so pleased to please them
It's good at least, to live and I agree
He seems so pleased, at least
And it's so good to live in peace
And Sunday, Monday, years, and I agree

While my eyes go looking for flying saucers in the sky
I choose no face to look at, choose no way
I just happen to be here, and it's ok

Green grass, blue eyes, grey sky
God bless silent pain and happiness
I came around to say yes, and I say

While my eyes go looking for flying saucers in the sky

Caetano Veloso
Versão cantada por Paulo Ricardo


Estatisticas desaparecidas

Desapareceram os processos de 15 mil desempregados do instituto do emprego e formação profissional, dizem que terá sido no cruzamento informático de dados com a Segurança Social. Cães policia estão já a proceder a buscas no tal cruzamento informático e a protecção civil está em alerta porque se teme que os tais processos dos desempregados tenham sido contaminados pelos documentos do Ministério do Ambiente sobre o tratamento de lixos da Cova da Beira.
Só ainda não se conseguiu perceber como foi possível tal acontecer com um número tão redondo, o tal número que faria com que o número de desempregados tivesse ultrapassado os 500 mil. Assim não ultrapassou, mas é por certo pura coincidência... Ou será mais uma campanha negra?

Os globos de ouro anti-crise

A SIC e a tabloide revista caras apresentaram ontem mais uma vez a sua festa de entrega dos chamados globos de ouro e vai daí a SIC aproveitou para fazer uma paródia no início do programa que me repugnou. Antes do início do espectáculo apresentam uma gravação daquilo que seria a cerimónia com uns 4 tristes a assistir na plateia, entre os quais o patrão da dita TV que pergunta à apresentadora se não iria mais ninguém. Resposta pronta da Bárbara: deve ser da crise. Passando depois à verdadeira cerimónia a Bárbara apresentadora diz que a crise passou e que ali não há crise. Além da profunda falta de graça da suposta comédia ficou a profunda falta de respeito e de sobranceria, de quem idealizou a cerimónia, pelos milhares de famílias angustiadas com o desemprego que lhes arruina a vida.
Mas o que esperar de uma TV cujo o dono é Pinto Balsemão? exactamente isto!

domingo, 17 de maio de 2009

Vitalino Canas - O Cata vento

Vitalino Canas já nos habitou às suas incoerências, à falta de princípios e a ser na prática um fala barato sempre à procura de argumentos para justificar as actuações do seu Partido (PS), mesmo que em certos dias use argumentos e poucos dias depois considera-os inaceitáveis se forem usados por outros.
E foi assim, agora, quando disse a propósito dos indícios de pressões de Lopes da Mota aos magistrados que investigam o caso Freeport , os quais já levaram a um processo disciplinar contra o Sr. Juiz, que indícios não são prova de nada.
Quando dias antes sobre as gotas de água atiradas ao candidato Vital Moreira disse que havia indícios, nunca provados, que militantes do PCP estariam nessas "agressões" e isso lhe bastava para dizer que o PCP tinha responsabilidades.
Cá está o verdadeiro Cata vento para onde o vento se vira assim se vira Vitalino Canas.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

quinta-feira, 14 de maio de 2009

"A Morte"

"Renasci muitas vezes, saído do fundo
de estrelas derrotadas, reconstruindo o fio
das eternidades que povoei com as minhas mãos,
e agora vou morrer, sem mais nada, a não ser terra
sobre o meu corpo, destinado a ser terra.

Não comprei a parcela de céu que os sacerdotes
vendiam, nem aceitei as trevas
que os metafísicos manufacturavam
para o ócio dos poderosos.

Quero estar na morte com os pobres
que não tiveram tempo de estudá-la,
enquanto os espancavam os que têm
o céu dividido e ordenado.

A minha morte está preparada, como um fato
que me espera, da cor que amo,
com a dimensão que em vão procurei,
com a fundura de que necessito.

Quando o amor esgotou a sua matéria evidente
e a luta debulha os seus martelos
em outras mãos, aumentando-lhes a força,
vem a morte e apaga os sinais
que a pouco e pouco construíram as tuas fronteiras."

Poema de Pablo Neruda in "Canto Geral"

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Tempo de futuro conquistado

Como o voo de uma gaivota
que suavemente desliza no céu azul
aproveitando a suave rota
do vento que se movimenta para sul.

O tempo vai-se escoando
como a areia numa ampulheta,
e o longo caminho percorrido
aproxima-se da, desejada, meta.

Tempo de esperas ultrapassadas,
de sonhos e desejos ansiados,
de pedras, no caminho, contornadas
incertezas, duvidas e medos vencidos.

Tempo presente aproximado,
lento mas em rota certa
a um tempo de futuro conquistado
por uma espera atenta.

Um futuro tantas vezes sonhado,
e conquistado num presente caminhar.
Um presente marcado
por um futuro de te amar.

terça-feira, 12 de maio de 2009

O voto dos Patrões

As afirmações do Patrão dos Patrões sobre as próximas eleições são esclarecedoras:
"se nenhum partido conseguir vencer com maioria absoluta as próximas eleições legislativas, deverá ser formado um Governo de Bloco Central"- traduzindo tanto faz, aos patrões, PS, PSD ou PS e PSD coligados permitem-lhes continuar a obter milhões à custa da miséria e das dificuldades dos trabalhadores.
"O Bloco de Esquerda tem muitas propostas interessantes mas extremamente radicais e não é possível a meio de um crise serem adoptadas" - ou seja, noutro momento que não seja de crise, as propostas do Bloco são "interessantes" para os interesses dos Patrões.
"As soluções que são apresentadas pelo Partido Comunista são conhecidas e (...) não nos interessam" - claro que não lhe interessam porque são soluções para servir os trabalhadores e não os patrões.
Estas declarações de Francisco Van Zeller deixa claro qual o voto que os trabalhadores devem ter nas próximas eleições.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

"Os Meninos do Huambo"

"Com fios feitos de lágrimas passadas
Os meninos de Huambo fazem alegria
Constroem sonhos com os mais velhos de mãos dadas
E no céu descobrem estrelas de magia

Com os lábios de dizer nova poesia
Soletram as estrelas como letras
E vão juntando no céu como pedrinhas
Estrelas letras para fazer novas palavras

Os meninos à volta da fogueira
Vão aprender coisas de sonho e de verdade
Vão aprender como se ganha uma bandeira
Vão saber o que custou a liberdade

Com os sorrisos mais lindos do planalto
Fazem continhas engraçadas de somar
Somam beijos com flores e com suor
E subtraem manhã cedo por luar

Dividem a chuva miudinha pelo milho
Multiplicam o vento pelo mar
Soltam ao céu as estrelas já escritas
Constelações que brilham sempre sem parar

Os meninos à volta da fogueira
Vão aprender coisas de sonho e de verdade
Vão aprender como se ganha uma bandeira
Vão saber o que custou a liberdade

Palavras sempre novas, sempre novas
Palavras deste tempo sempre novo
Porque os meninos inventaram coisas novas
E até já dizem que as estrelas são do povo

Assim contentes à voltinha da fogueira
Juntam palavras deste tempo sempre novo
Porque os meninos inventaram coisas novas
E até já dizem que as estrelas são do povo"

Paulo de Carvalho

domingo, 10 de maio de 2009

Rua de Gente que Trabalha

"(...)A minha rua é suja, esburacada, carcomida de velhice.Não tem passeios, porque ali ninguém passeia, nem nome nas esquinas. Mas chamam-lhe Rua Detrás, certamente porque as casas, atarracadas, ficam detrás de vivendas dominadoras, e a gente que nelas mora anda sempre atrás nas passadas da vida.
Rua de gente que trabalha. Em certas horas, é silenciosa e quieta; noutras, movimentada e gárrula. Tem fluxos e refluxos, como as águas do mar. As crianças da minha rua não conheciam o mar, mas adoravam a rua.
Pelas tardes cálidas de verão, os moradores vinham para a soleira da porta, e ali ficavam a tomar o ar, que é fresco e gratuito, e a contar as novidades velhinhas da sua vida sempre igual.
As crianças - umas raquíticas, outras seminuas - vinham também (agora já não vêm) espalhar-se em grupos, a brincar. E então a rua convertia-se no mundo encantador da sua imaginação. Havia buracos que eram precipícios; pedras que semelhavam castelos; montes de lixo convertidos em florestas. O mar era o fio de água que escorria pelas valetas; os bocados de madeira flutuavam como barcos; os papeís rasgados transformavam-se em peixes. Até a areia, que o vento arrastava aos montões, era removida, com mil cuidados, nas latas enferrujadas... (...)"

Excerto de "As crianças da Minha Rua" in "Contos Vermelhos e outros escritos" de Soeiro Pereira Gomes

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Os imigrantes não são os culpados da Crise

O Ministro do trabalho (ou dos Patrões) disse ontem poder vir a rever a quota para imigrantes a trabalhar em Portugal, tendo em conta a crise e o aumento do desemprego. Não é novidade, têm sido sempre assim ao longo da história e da prática política dos Governos de Direita e Extrema-Direita um pouco por todo o mundo. Sempre que surge uma crise económica com consequências sociais, os responsáveis pelas politicas que levaram á crise, tentam culpar os imigrantes e as minorias étnicas pelas consequências sociais (desemprego). Fazem-no com um único objectivo dividir os trabalhadores (desempregados ou empregados) e entretê-los a discutir se a culpa é dos imigrantes ou não, para que não se virem contra os verdadeiros responsáveis!

Foi assim na Alemanha de Hitler, na Itália de Mussolini e agora de Berlusconi!

Não diz o Ministro que os patrões promovem e alimentam a imigração para poderem explorar mais estes trabalhadores e pagarem menos, aumentando assim os seus lucros.Não diz o Ministro o porquê do fenómeno da imigração, porque teria de dizer que a imigração é resultado da pobreza e da miséria nos países do terceiro mundo em resultado da imensa exploração desses países por parte das multinacionais e governos dos países ocidentais que o Ministro Vieira da Silva e o Governo PS defende e apoia! Não diz o Ministro que os imigrantes vêm na maioria das vezes em busca de condições de vida que lhes permitam fugir de morrer à fome, fome essa que os governos ocidentais nada fazem para evitar e que em muitos casos são resultado dos pacotes de medidas económicas impostas a esses países pelos Governos Ocidentais com o patrocínio do Fundo Monetário Internacional ao serviço das Multinacionais Ocidentais, como são os exemplos desastrosos da Etiópia, do Ruanda, do Peru, da Argentina entre muitos outros, em que os pacotes de ajuda económica dos países ocidentais tinham como contrapartida medidas que levaram à destruição económica de países e resultaram em desemprego, fome, milhares de mortos de fome (Etiópia e peru) e numa guerra (Ruanda).

Não diz nada disto porque teria que reconhecer que a culpa, também, é sua e das políticas que defende!

Não diz porque os trabalhadores e o povo poderiam perceber que a solução passa por cortar definitivamente com as políticas seguidas nos últimos 30 anos em Portugal e poderiam vir os trabalhadores e o povo a fazer um Abril de novo!

quarta-feira, 6 de maio de 2009

"A Grande Alegria"

"A sombra que sondei já não me pertence.
Eu tenho a alegria duradoura do mastro,
o legado dos bosques, o vento do caminho
e um dia decidido sob a luz terrestre.

Não escrevo para ficar prisioneiro de outros livros,
nem para esforçados aprendizes de lírio,
mas para simples habitantes que pedem
a água e a lua, elementos da ordem imutável,
escolas, pão e vinho, guitarras e ferramentas.

Escrevo para o povo, ainda que este não possa
ler a minha poesia com os seus olhos rurais.
Virá o momento em que uma linha, o vento
que sacudiu a minha vida chegará aos seus ouvidos,
e então o camponês levantará os olhos,
o mineiro sorrirá ao partir a pedra,
o fogueiro limpará a fronte,
o pescador verá melhor o brilho
do peixe que, palpitando, lhe queimará as mãos,
o mecânico, limpo, todo ele lavado de fresco,
cheirando a sabão, olhará os meus poemas,
e eles dirão talvez: "Era um camarada."

Isso me basta, é essa a coroa que pretendo.

Quero que à saída das fábricas e das minas
a minha poesia esteja aderida à terra,
ao ar, à vitória do homem maltratado.
Quero que o jovem, na dureza
que construí, com lentidão, nos metais,
como uma caixa, ao abri-la, encontre na sua frente a vida
e, mergulhando aí a sua alma, sinta as rajadas que fizeram
a minha alegria, nas alturas tempestuosas."

Poema de Pablo Neruda in "Canto Geral"

terça-feira, 5 de maio de 2009

"Chão nosso"

"Chão nosso desventrado
pelo ventre do arado
Pão a pão
no teu ventre semeado
dia em dia levaremos
a vontade do nosso corpo ainda acorrentado.
Contigo nos libertaremos
das ofensas que não perdoamos
Chão nosso desvendado
sol a sol pelo fogo do arado,
pela mão oprimida, da razão
luta de morte e de vida.
Chão nosso, da nossa batalha,
glória, glória a quem o trabalha

Chão nosso fecundado de amor e suor
amanhecem trigo pela mão de sete escravos
componeses sem terra
Ide chão nosso levantará liberto
as mãos obreiras nosso pão de cada dia"


segunda-feira, 4 de maio de 2009

José Socrates irá pedir desculpa??

José Sócrates, exigiu ontem que o PCP pedisse desculpa ao PS, por alegadamente militantes seus (facto não provado) terem estado envolvidos na agressão (com umas gotitas de água limpa) ao candidato do PS Vital Moreira... sim ainda esta história.
Fica aqui uma fotografia de elementos da UGT (central sindical comandada pelo PS de José Sócrates), dois dias antes dos acontecimentos, a serem identificados pela polícia por destruição e vandalização, com instrumento de corte constituído por um pau com um objecto cortante na ponta, de propaganda política da CDU da campanha eleitoral para o parlamento europeu. Acto este que à luz da lei e da Constituição Portuguesa, saída do 25 de Abril e da derrota do fascismo, é considerado um crime.
Como o acto de destruição à "facada" e "catanada" não se enquadra no espírito democrático de respeito e de diálogo que José Sócrates diz defender, então certamente que José Sócrates e o PS irão pedir desculpa à CDU mostrando assim que são pessoas de palavra e princípios, com espinha dorsal e de uma rectidão exemplar! Ups!!! Os actos foram há 5 dias e não pediram desculpas... Lá se foi a palavra, os princípios, a espinha dorsal e a rectidão, devem-se ter afogado nas gotas de água!

"Moça morena e ágil..."

" Moça morena e ágil, o sol que faz as frutas,
o que dilata os trigos, o que retorce as algas,
fez o teu corpo alegre, os luminosos olhos
e essa boca que tem o sorriso da água.

Um sol negro e ansioso enrola-se-te nos fios
da negra cabeleira, quando estendes os braços.
Tu brincas com o sol como se fosse um esteiro
e ele deixa-te nos olhos dois escuros remansos.

Moça morena e ágil, nada de ti me abeira.
Tudo de ti me afasta, como do meio-dia,
Tu és a delirante juventude da abelha,
a embriaguez da onda, a força que há na espiga.

Porém meu coração sombrio te procura
e eu amo o teu corpo alegre, a tua voz solta e fina.
Borboleta morena, suave e definitiva
como o trigal e o sol, como a papoila e a água."


Pablo Neruda, poema do livro "Vinte poemas de amor e uma canção desesperada"

Desenho de Cipriano Dourado

domingo, 3 de maio de 2009

A Gripe e os critérios jornalísticos de classe dominante

Nos últimos dias os noticiários têm-nos bombardeado com notícias sobre a gripe suína, ou mexicana, ou gripe A ou lá que nome lhe queiram atribuir. Havendo um perigo de pandemia entendo a necessidade de alertar as populações para medidas de prevenção que deve ser feita! Mas uma coisa é alertar para a prevenção, outra é esta paranóia de dar metade do noticiário sobre isto e os critérios que lhe estão inerentes!
Ora, mas porque raio uma doença que em 1 mês provocou a morte a 102 ou 179, conforme as fontes, deve ter 50% do espaço noticioso e a fome que mata directa e indirectamente 7000 mil pessoas por dia nem um segundo?
A resposta é simples, porque os órgãos de comunicação social privilegiam na escolha dos critérios aquilo que preocupa e pode afectar quem faz a escolha das notícias e os donos das cadeias noticiosas. Dito de outra forma como a fome não os atinge não querem saber, mas como numa das suas viagens turísticas ou de negócios podem contrair a doença esta passa a ser um enorme problema do mundo (do mundo deles que começa e acaba no próprio umbigo)
Esta escolha noticiosa é a demonstração (apenas mais uma) que as notícias não são para relatar o que se passa no mundo, mas para relatar o que se passa numa classe do mundo. Na classe dos que dominam e exploram. Por isso, a gripe os preocupa e a fome não!

sábado, 2 de maio de 2009

O Cínico Profissional

Ontem decorreu as comemorações do 1º de Maio, onde centenas de milhar de trabalhadores por todo o País mostraram o seu descontentamento face à política seguida pelo actual Governo do PS.
Mas ontem a comunicação social preferiu transformar em principal notícia o choro, de menino mimado ou de cínico profissional, de Vital Moreira, por alegadamente, no momento em que este se dirigia à cabeça da Manifestação da CGTP, ter sido atingido de raspão por uma garrafa de plástico de água (resta saber se ainda com o liquido, o que seria um desperdício estragar água pura e límpida em semelhante figura). Este acto terá provocado o violento verter de 3 gotas de água sobre a fatiota do senhor causando-lhe o grave dano de ter deixado 2 cm quadrados do fato ensopados durante os 2 minutos que o sol demorou a secar o dito.
Mas após isso o Sr. Vital Moreira e o PS terão exigido à CGTP organizadora da Manifestação um pedido de desculpas por esta agressão violenta das gotas de água, compreendendo que o embate de gotas de água é algo muito doloroso parece-me difamatório insinuar que a central sindical em causa tenha premeditado e comandado a atitude de um trabalhador mais exaltado pela hipocrisia e pela provocação dos "judas" que passam a sua vida a aprovar leis para o prejudicar e depois vão saudar cinicamente as comemorações do seu dia.
Mas a real causa do choro com lágrimas de crocodilo de Vital Moreira estava guardado para mais tarde quando diz que o ataque era da responsabilidade de comunistas que não lhe perdoam ter saído do Partido! O peso na consciência sempre trai os traidores. Ou pela boca morre o peixe como diz o povo.
Eu, por mim, não só lhe perdo-o como lhe agradeço ter saído do Partido! Não precisamos de gentinha que está ao lado de quem só provoca mais dificuldades, e mais sacrifícios ao povo! Não precisamos de quem defende medidas para beneficiar sempre os mesmos e para exigir sacrifícios sempre aos mesmos.
Pode o Sr. Vital ficar descansado, mas tenha cuidado que as lágrimas do crocodilo que deita podem causar mais danos à fatiota que as gotas de água que o trabalhador enviou porque essas eram puras e límpidas, já as lágrimas... para bom entendedor meia palavra basta!